Mais de três ciclistas por minuto passam pelas avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antônio Sales

Durante a atividade foi constatada uma média de mais de três ciclistas por minuto passando pelas avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antônio Sales

1

A Associação dos Ciclistas Urbanos de Fortaleza, Ciclovida, realizou uma contagem de ciclistas no entorno do viaduto do Cocó, na segunda quinzena de maio passado. Durante a atividade, desenvolvida pelo Grupo de Trabalho Contagem (GT Contagem) da associação, foi constatada uma média de mais de três ciclistas por minuto passando pelas avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antônio Sales, próximo da estrutura viária.

O número é superior ao obtido em contagens realizadas em diversas outras ciclofaixas de bastante movimento, como das avenidas Santos Dumont e Rui Barbosa e da rua Ana Bilhar.

A ação, pensada principalmente para embasar cobranças ao poder público por implantação de mais ciclovias e ciclofaixas em lugares chaves na cidade, chama atenção também para outros fatores.

O baixo percentual de mulheres ciclistas no local (de 811 pessoas pedalando, 4,8% eram do sexo feminino), que sugere que há outras razões pelas quais a resistência ao uso da bicicleta é maior entre elas, e a quantidade de pessoas que pedalam com trajes urbanos (96,3%) – constatação que mostra a desconstrução do senso comum de que o maior uso da bicicleta é para lazer ou esporte ou de que, para pedalar, em Fortaleza é preciso usar trajes esportivos.

Confira o infográfico

2

3

Fonte: http://bit.ly/1WEQrFT