Ciclistas criticam falta de manutenção de ciclovias e ciclofaixas

A manutenção da malha cicloviária de Fortaleza, segundo o prefeito Roberto Cláudio, é feita de acordo com a necessidade e conforme a Operação Tapa Buracos passa pelas avenidas com ciclovias ou ciclofaixas. “A manutenção existe. Mas à medida que a gente expande a rede precisamos cada vez mais aperfeiçoá-la”, reconheceu o gestor.


A informação é contestada pelo diretor da Associação de Ciclistas Urbanos (Ciclovida), Celso Sakuraba. “O maior problema é nas ciclovias. As ciclofaixas ainda têm alguma manutenção. As ciclovias das avenidas Rogaciano Leite e Via Expressão estão cheias de buracos”, diz.
O arquiteto e urbanista Cláudio Henrique Santos, que usa a bicicleta como meio de transporte, também confronta a fala do prefeito. Ele conta que o aterramento de fios telefônicos, na avenida Santos Dumont, deixou a ciclofaixa intransitável por cerca de dois meses. “Abriram o buraco e deixaram sem asfalto. E, ainda assim, foi feito um péssimo recapeamento”, afirma, questionando se haveria a mesma demora se o aterramento tivesse sido feito na faixa de carros.

Fonte: http://bit.ly/1KaOfwY